Blog

Assaltam loja de smartphones mas deixaram todos os Huawei

Assaltam loja de smartphones mas deixaram todos os Huawei

A série de infortúnios que tem assolado a Huawei não parece ter fim à vista. Já nem os amigos do alheio parecem querer os seus smartphones Android, optando pelos Samsung e Motorola. É um caso peculiar, mas demonstra perfeitamente o efeito endémico provocado pelo medo que rapidamente se alastra.

Os ladrões levaram os smartphones da Motorola e da Samsung, mas não tocaram nos da Huawei.

O caso ocorreu no Peru a 27 de maio, na região de Piura e consistiu num furto a uma loja de produtos tecnológicos, sobretudo smartphones. Aliás, podia ser apenas mais um de milhares de furtos similares que ocorrem diariamente em todo o mundo. Contudo, os suspeitos parecem estar a par das recentes notícias.

Recentemente, um grupo de amigos do alheio arrombou a porta de uma loja e levou consigo vários dos smartphones em exposição. No entanto, apesar de terem levado todas as unidades da Samsung e da Motorola, os equipamentos da Huawei foram preteridos. Aliás, foram os únicos a ficar nas prateleiras da loja.

Felizmente sem danos graves a apontar, a não ser alguns danos materiais, o assalto não envolveu violência. Desse modo, configura-se como furto, visando sobretudo os produtos tecnológicos para revenda no mercado negro, de acordo com as informações avançadas pelo diário peruano, o Exitosa.

Importa, contudo, salientar que a quantidade de smartphones furtados foi diminuta, no total 5 unidades, de acordo com a imprensa local. Ainda assim, os ladrões dispunham de vários outros smartphones expostos na loja, optando por não os levar. Um paradoxo aparente que encontra justificação na atualidade tecnológica.


×